Mofo: 5 Dicas para lidar com o inquilino indesejado

O melhor amigo dos problemas respiratórios sabe mais de você do que você dele. Ele sabe como crescer, invadir sua casa e te passar pra trás. Para manter a saúde do seu lar e da sua família em segurança, conheça tudo sobre ele, inclusive, como detê-lo.

antimofo

Ele entra sem perguntar, de mansinho, vai ficando pelos cantinhos, crescendo aos poucos, silenciosamente se espalha, ganha velocidade e toma conta de uma casa inteira e, por fim, quem é expulso é você. 

Este inquilino indesejado, o mofo, além de espaçoso, é uma ameaça à saúde e pode dar uma dor de cabeça sem fim.  

Para te ajudar a prevenir e combater o arqui-inimigo da sua casa, a Zeep Clean preparou este material que está, acima de tudo, cheio de dicas e receitas pensadas especialmente para que você consiga se livrar desse mal sozinho. Confira!

Sumário

O que é mofo?

Mofo ou bolor são designações genéricas para vários tipos de fungos filamentosos que crescem em ambientes como banheiros e cozinhas.

Esses fungos, no entanto, podem aparecer em qualquer ambiente que apresente as características necessárias para a sua proliferação como calor e umidade.

Formando manchas verdes, cinzas, azuis ou pretas e de aspecto aveludado, ele pode surgir em qualquer lugar e se espalha com velocidade impressionante.

Mesmo mantendo o ambiente limpo ainda é possível observar o surgimento de mofo nas paredes, teto e móveis principalmente porque ele se reproduz por esporos suspensos no ar.

Como o mofo aparece?

Os fungos se reproduzem jogando no ar milhares de esporos que são estruturas microscópicas e que, portanto, podem percorrer longas distâncias sendo carregados pelo vento e pela água.

Por serem decompositores de matéria orgânica, eles se instalam em qualquer lugar que ofereça alguma fonte de alimento bem como um ambiente favorável para a reprodução.

Quando o esporo pousa em um ambiente adequado, com pouca luz, muita umidade e temperatura elevada, então inicia a formação do mofo.

Os locais mais comuns para  formação do mofo são, portanto, atrás de móveis, debaixo de camas, dentro de sofás, atrás de aquecedores, dentro do box, em colchões, paredes e teto.

Por que o mofo é uma ameaça?

Além do forte odor e das manchas feias nos sofás e paredes, o mofo é agravante de diversas doenças respiratórias além de causar coceiras e irritações.

Ele é uma ameaça a saúde de pessoas que sofrem de rinite, sinusite e  asma pois pode piorar os sintomas das doenças e agravar casos permanentemente.

Ele ainda causa reações alérgicas diversas inclusive oftalmológicas e seus esporos podem causar até mesmo infecções.

Idosos, crianças e pessoas com baixa imunidade devem, então, evitar ao máximo contato com ambientes mofados.

Aposte nos cuidados preventivos

A prevenção é o melhor remédio. Fato.

O mofo surge em ambientes escuros, quentes e úmidos. No inverno, a sua incidência em residências aumenta principalmente pela tendência das pessoas de manter janelas e portas fechadas por causa da temperatura.  

Muito cuidado, pode ser que você esteja convidando o mofo a entrar.

As chuvas frequentes, a alta umidade do ar, a casa abafada são um prato cheio para eles.

Por isso, é importante ter cuidado redobrado no inverno e manter janelas abertas para a entrada de luz natural e circulação de ar.

Use sílica dentro dos armários e guarda-roupas bem como desumidificadores de ambientes sempre que a umidade estiver elevada.

Não deixe seus móveis e estofados encostados nas paredes e, por fim, mantenha o ambiente sempre limpo.

Como limpar mofo

Se o mofo já se instalou a solução é remediar e a campeã contra o mofo é a água sanitária. 

Antes de qualquer coisa é importante se equipar com luvas de borracha e máscara para se proteger tanto do mofo quanto dos produtos utilizados.

01.Água sanitária

Basta misturar 50 ml de água sanitária em 1 litro de água, aplicar em qualquer superfície mofada – exceto tecidos – e esperar secar.

Se quiser ainda pode passar um pano úmido para retirar o excesso da mistura mas tomar cuidado para deixar o local totalmente seco.

02. Vinagre e bicarbonato

Para sofás e colchões o processo é super fácil mas leva um tempinho.

Faça uma mistura de  240 ml de vinagre para uma colher de chá de bicarbonato de sódio coloque em um borrifador e então aplique sobre a superfície mofada.

Depois de 10 minutos, retire o excesso da solução e repita o processo por trinta dias.

03. Água oxigenada

A água oxigenada tem propriedades clareadoras e por isso pode ajudar a apagar as manchas escuras de mofo das paredes e teto.

Aplique a água oxigenada pura na superfície e então deixe agir por 15 minutos. Depois disso, é só esfregar com uma escova e retirar o excesso com um pano úmido até que a mancha suma completamente.

04. Produtos antimofo

Ao invés de receitas caseiras, você pode utilizar produtos especiais para a limpeza da sua casa.

Hoje em dia, há uma série de produtos antimofo no mercado fáceis de achar e usar.

E agora?

Além de cuidar do mofo no local em que ele aparece é preciso investigar suas causas.

Os motivos para o aparecimento de mofo pode ser tanto um simples aumento de umidade no ambiente causado pelo inverno quanto um cano estourado ou uma infiltração que são problemas muito mais graves e pedem mais urgência na hora de resolver.

Se você perceber que o mofo já está fora de controle, procure ajuda profissional. Para qualquer que seja a gravidade do seu problema, conte com a Zeep.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *